Queremos convidar você a fazer uma viagem, uma viagem mágica, por diversos países, culturas, hábitos, épocas, onde sua imaginação quiser e você se permitir...

Viajar pelas páginas de nossos livros, por vários gêneros, escritores anônimos e ilustradores e também os ilustres escritores: romances, aventuras, comédias, mistérios, épicos, auto-ajuda, poéticos, didáticos... toda leitura faz o ser humano conhecer, abranger, crescer...

Neste blog vamos divulgar, sugerir, incentivar, um espaço para interagir com você, que vai ser nosso seguidor ou dar apenas uma espiadinha, mas será sempre bem-vindo, como aquele amigo que senta para tomar um café e conversarmos sobre aquelas páginas de um livro que mais nos marcou, ou aquele que estamos lendo no momento, então fica aqui nosso convite, entre no nosso blog, tome um café, enquanto passeia pelos nossas postagens, interaja conosco sempre, estamos aqui na rede aguardando a sua chegada.


Abraços literários.


Aparecida




Vamos trocar idéias, opiniões, interagir?

Tem algum comentário ou sugestão para fazer?

Escreva para nós no e-mail: cafecomleituranarede@gmail.com


Loja Virtual

A loja virtual "Café com leitura na rede" está a todo vapor, e convidamos você a visitar nossa loja, lá lhe aguardam ótimos preços, opções para todos os gostos e um atendimento muito, muito especial e amigo.

Acesse agora mesmo:


Abraços


Equipe Café com Leitura na Rede.



segunda-feira, 31 de março de 2014

Eu Me Chamo Antônio- Pedro Gabriel

                                                                              



Antônio é um freqüentador assíduo de bares e despeja comentários sobre a vida em desenhos e frases escritas em guardanapos, com grandes doses de irreverência e pitadas de poesia. 

                                                                                



Do bar, onde Antônio se apóia para escrever e desenhar, ele vê tudo acontecer, observa os passantes, aceita conversas despretensiosas por aí e atrai olhares curiosos. Caso falte alguém especial a seu lado (situação bastante comum), Antônio se acomoda na companhia dos muitos chopes pela madrugada.



Abraços Literários e até a próxima.

quinta-feira, 20 de março de 2014

Sex-sellers

                                                                                  



Sex-seller é um subgênero do mercado editorial que teve origem com o sucesso de Cinqüenta Tons de Cinza.
Lançada há um ano pela Editora Intrínseca, a trilogia Cinquenta tons de cinza, de E.L. James, já alcançou os 3,8 milhões de exemplares vendidos no país. É um número mais do que robusto, mas ainda aquém do maior sucesso da editora carioca.

Sexo e vampiros
A tetralogia Crepúsculo, de Stephenie Meyer, é responsável pela venda de 5,7 milhões de livros. Tá certo que esse é beeeeeeeeem ligth, vamos combinar ?????? 

Cretino irresistível
Publicado pela Universo dos Livros, o primeiro livro da série de Christina Lauren tem figurado, nas últimas semanas, nas listas dos 20 mais vendidos do país (a série já conta com outros cinco títulos). Na verdade, o nome que assina a publicação é a junção do prenome das autoras: Christina Hobbs e Lauren Billings. Fãs da série Crepúsculo escreveram o livro como uma fanfiction dos personagens de Stephenie Meyer (na primeira versão, o título era The Office). Só que o clima é muito mais 50 tons.
Um executivo superexigente e sua estagiária ambiciosa começam um relacionamento no ambiente de trabalho. O fim não é diferente do de nenhum dos sex-sellers do gênero. Cretino Irresistível (o título original é Beautiful Bastard) teve seus direitos de adaptação comprados pela Constantin Film, mesma companhia que lançou Os Instrumentos Mortais – Cidade dos Ossos. O produtor será Jeremy Bolt, que assinou a série Resident Evil.

Crossfire
Mais forte concorrente de Cinquenta Tons (em vendagem e prestígio no meio dos sex-sellers), a série que nasceu logo depois da publicação dos livros de E.L. James (e sua autora, Sylvia Day, admite a “inspiração”) fez tanto sucesso que a trilogia programada ganhou mais dois volumes (estes ainda não publicados).
A história é basicamente a mesma: superempresário com passado de abusos se apaixona por uma jovem que conhece no escritório. Não tem as cenas S&M de Cinquenta Tons, mas carrega no sexo. Os direitos de adaptação da série (o primeiro volume ganhou no Brasil o título de Toda Sua) foram comprados pela Lionsgate. O estúdio é o responsável pelas adaptações das franquias de Crepúsculo e Jogos vorazes.

Mas ainda tem muito mais rsrs o gênero rendeu vários “filhotes” e todos tem sido vendido como pão quentinho rsrs
Anotem na wishlist (isso é claro se os tais livrinhos estiverem entre os desejados):
- Peça-me o que quiser (Megan Maxwell) “Aspas” nesta série, as capas são linnnndas!
- Paixão sem limites ( Abbi Glines)
- Fogo (Maya Banks)
- Belo Desastre ( Jamie Maguire)
- Butterfly (Kathryn Harvey)
- Luxúria ( Eve Berlin)
- Indescrition ( Charles Dubow)


E VC gosta dos sex-sellers????
O que acha desse gênero do mercado editorial ???


Abraços Literários


sexta-feira, 14 de março de 2014

14 de Março: Dia da Poesia-

                                                                               



A data foi criada em homenagem a Antônio Frederico de Castro Alves, poeta brasileiro nascido em 14 de março de 1847.

                                                                                 



Castro Alves foi um dos maiores poetas brasileiros, tendo marcado sua carreira como homem de honra, que lutou por causas nobres, como defensor da República e da Abolição da Escravidão.
Conhecido como o poeta dos escravos, escreveu clássicos como “Espumas Flutuantes” e o famoso poema “Navio Negreiro”, onde relatava sobre as condições de sofrimento durante o transporte dos escravos, além de detalhes de suas vidas, manifestando sua opinião contra esses atos de maus tratos e abusos.
Sua carreira foi premiada com a cadeira número sete da Academia Brasileira de Letras.

Antigamente, as poesias eram cantadas, acompanhadas pela lira, um instrumento musical muito comum na Grécia antiga.
Por isto, diz-se que a poesia pertence ao gênero lírico.
Na verdade a poesia se divide em três tipos: a lírica, a dramática e a épica.
Nas poesias líricas os poetas descrevem seus sentimentos e suas experiências de vida; as dramáticas aparecem em peças teatrais, como diálogos ou monólogos; e a épica é a que retrata fatos históricos de heróis.
No Brasil, uma das formas de poesia mais presentes na cultura popular é o repente (literatura de cordel), encontrado na região nordeste do país. A declamação é feita de forma improvisada, onde dois cantores se desafiam através das palavras, provocando situações para o outro responder.
O mais famoso repentista do país foi o cearense Patativa do Assaré, Antônio Alves da Silva, que cantava em seus versos o sofrimento do povo nordestino. Suas obras podem ser encontradas nos livretos de cordel.

A poesia é uma obra literária que expressa sentimentos, sensações e impressões, através de palavras ritmadas, musicadas, combinadas de forma harmônica, formando os versos.
Se no passado as  poesias tinham que apresentar a métrica e as rimas, hoje, com a modernidade, perderam essa característica, não precisando obedecer às regras da língua.
Poesia é hoje e sempre uma forma de se expressar e transmitir sentimentos, emoções e pensamentos.

Para comemorar o dia da poesia, convidamos nossos leitores a pensar como poetas!

Estejam convidadíssimos!
Abraços Literários e beijos poéticos!

segunda-feira, 10 de março de 2014

Destrua Esse Diário- Keri Smith

                                                                              



Um diário costuma servir para anotar idéias, memória ou registros do cotidiano.
Keri Smith, ilustradora e artista canadense, inventou um tipo diferente de diário, que exige do usuário uma interação mais lúdica e inusitada.

                                                                                   



                                                                               



                                                                                



                                                                                  



Com a proposta de estimular a criatividade e questionar convenções sobre a forma como lidamos com os objetos, “Destrua Esse Diário” nos convida a rasgar páginas, rabiscar, pintar fora das linhas, manchar e até mesmo levar o livro para o banho, num ato de total “desapego”.
A ideia surgiu quando a autora começou a refletir sobre o início da sua carreira como artista e percebeu que o perfeccionismo tão exaltado na nossa cultura era um grande empecilho do processo criativo.

O que VCS acham desse livro super diferentão ?????

Abraços Literários e até a próxima.

sábado, 8 de março de 2014

Jornal Poético: Diversos Versos, Inversos e Reversos # 6

                                                                                 



Este espaço,  intitulado Jornal Poético: Diversos Versos, Inversos e Reversos,  foi criado,   porque as poesias, os poemas, as rimas, os cordéis, prosa e verso  não podem ficar restritos a um sarau em  uma sala;  devem estar ao nosso alcance sempre.
Com a leitura podemos, encontrar e descobrir mundos que existem dentro de nós mesmos.
É  por isso que convidamos você, hoje, 8 de março,  a embarcar com a gente nesse lindo poema de Caio Fernando Abreu, que escolhemos para desejar Neste Dia Internacional da Mulher e em todos os outros dias, Parabéns mulheres!
Cada uma de nós, à sua maneira, extrai da vida a poesia que nos cabe.

"Ela é uma moça de poses delicadas, sorrisos discretos e olhar misterioso.
Ela tem cara de menina, um quê de esquisitice, uma sensibilidade de flor, um jeito encantado de ser, um toque de intuição e um tom de doçura.
Ela reflete lilás, um brilho de estrela, uma inquietude, uma solidão de artista e um ar sensato de cientista.
Ela é intensa e tem mania de sentir por completo, de amar por completo e de ser por completo.
Dentro dela tem um coração bobo, que é sempre capaz de amar e de acreditar outra vez.
Ela tem aquele gosto doce de menina romântica e aquele gosto ácido de mulher moderna.”

(Caio Fernando Abreu)



Beijos poéticos, enormes,  e abraços literários.

quinta-feira, 6 de março de 2014

Inspira Estante #6

                                                                                  


INSPIRA ESTANTE  é a coluna daqueles que são apaixonados por estantes, principalmente se estiverem abarrotadas de livros.
É um móvel super versátil, que se adapta a qualquer lugar da casa suprindo as necessidades literárias e ainda mantém os livros pertinho e organizados.
Vamos postar fotos de algumas estantes lindas de se ver, outras interessantíssimas, algumas diferentonas, outras fofas, algumas pequeninas, outras grandonas e tb aquelas que nem  parecem estantes.

Nesse mês VCS vão conferir essas figurinhas que são mais do que encantadoras, são bastante divertidas!
E aí qual  delas VCS  escolhem como a favorita ???

                                                                                 


Está esperando o quê para vir aqui e se inspirar ???????

Abraços Literários e até a próxima.

domingo, 2 de março de 2014

A Arte das Capas #7

                                                                                



A capa de livro é a identidade visual de uma obra literária. Uma nobre embalagem, que desperta os sentidos, desejos, sonhos e emoções, e tem muita história para contar...

                                                                                 



A Arte das Capas é a coluna em que mostramos  livros e suas capas.
Bacana pra que vocês conheçam novos livros e novas capas também, já que temos  certeza que muita gente, assim como nós, adora capas de livros!

                                                                             



Nesse mês, a ideia é um tiquinho diferente.

                                                                                 



Ao invés de apresentarmos outras capas de um mesmo livro, vamos aproveitar o  Carnaval para fazer uma folia com as capas  rsrs

                                                                              



Hoje o post traz diferentes livros que tem como tema, máscaras!
E máscaras são a cara do Carnaval, não é mesmo ?????

                                                                                


                                                                                 
 O que queremos saber é ... qual capa VCS  elegem como a favorita ????


Abraços Literários e até a próxima.

sábado, 1 de março de 2014

Caneca Literária #10- As Violetas de Março

                                                                              



Nesse mês  escolhemos esse livro encantador para nossa coluna Caneca Literária.

                                                                                    



Sinopse - As Violetas de Março - Qualquer pessoa que já tenha perdido um amor vai se encantar com este livro. - Sarah Jio

Emily Taylor é uma jovem escritora de sucesso, mas não gosta muito de seu próprio livro. Também tem um casamento que parece ideal, no entanto ele acabará em divórcio. Sentindo que sua vida perdeu o propósito, Emily decide fazer as malas e passar um tempo em Bainbridge — a ilha onde morou quando menina — para tentar se reorganizar.
Enquanto busca esquecer o ex-marido e, ao mesmo tempo, arrumar material para um novo livro, um antigo colega de escola e o namorado proibido da adolescência tornam-se seus companheiros frequentes.
Entretanto, o melhor parceiro de Emily será um diário da década de 1940, encontrado no fundo de uma gaveta.
Com o diário em mãos, Emily sentirá o estranhamento e a comoção causados pela leitura de uma biografia misteriosa que envolve antigos habitantes da ilha e que tem muito a ver com sua própria história.
Assim como as violetas que desabrocham fora de estação para mostrar que tudo é possível, a vida de Emily Taylor poderá tomar um rumo improvável e cheio de possibilidades.

Como adianta a sinopse, Emily é uma jovem escritora recém divorciada.
Depois de terminar o casamento, aparentemente perfeito, ela se sente completamente perdida. Não sabe como seguir em frente nem por onde recomeçar.
Emily resolve então passar um tempo em Bainbridge.
E assim ela liga para sua tia Bee, que misteriosamente esperava por esta visita.
Segundo tia Bee: "O destino tem sua própria maneira de trazê-la de volta quando é hora de voltar." e chegou o momento de Emily desvendar alguns mistérios e segredos da ilha. 
Então, no 1º dia de março, ela parte para a ilha. Ao chegar lá, começa a perceber coisas  relacionadas ao passado de Bee e a história de sua família.
Descobre um antigo diário, datado de março de 1943, e no desenrolar da leitura conhece a história de Esther, uma mulher que viveu na ilha na época. Cada vez mais encantada pela história, mais a garota se envolve com a história de Esther e mais ela percebe que aquilo pode ter algo a ver com  sua tia Bee, e até mesmo com ela mesma.
O tempo passa e acompanhamos o dia a dia de Emily na ilha,  ao mesmo tempo em que vamos descobrindo com ela mais sobre a vida de Esther. E percebemos que quanto mais Emily busca saber sobre a história da sua tia, sua família e dos moradores da ilha, mais ela avança para um recomeço de sua vida.
A história do livro é belíssima. Não é simplesmente uma história de amor  ou a história de uma família. Mas a história de várias vidas e de como a história de uma pessoa pode influenciar o destino de seus descendentes. A leitura é cativante. Desde o primeiro capítulo o livro nos aguça a curiosidade em saber o que acontecerá com Emily, qual o grande mistério que envolve o diário. Uma leitura dinâmica, fluída, que faz as folhas virarem como que por encanto e não conseguimos parar de ler até chegar ao final.
Um livro com 20 capítulos, 300 páginas, escrito em forma de diário, de 1º  à 31 de março,  que mistura romance e mistério, alternando  histórias do passado e do presente; um livro dentro do livro!
Um livro surpreendente, encantadoramente reflexivo, uma história cheia de magia, que vai fazer você se emocionar, se apaixonar e pensar sobre a própria vida.
A capa é linda e a diagramação simplesmente perfeita.
Recomendadíssimo!
                                       
                                                                              


"Deixo-lhe um pensamento, um pensamento sobre o amor que me levou a passar por muitos fracassos: o grande amor perdura ao tempo, à mágoa e a distância. E mesmo quando tudo parece perdido, o verdadeiro amor vive. Sei disso agora, e espero que você também.”



Abraços Literários e até a próxima.