Queremos convidar você a fazer uma viagem, uma viagem mágica, por diversos países, culturas, hábitos, épocas, onde sua imaginação quiser e você se permitir...

Viajar pelas páginas de nossos livros, por vários gêneros, escritores anônimos e ilustradores e também os ilustres escritores: romances, aventuras, comédias, mistérios, épicos, auto-ajuda, poéticos, didáticos... toda leitura faz o ser humano conhecer, abranger, crescer...

Neste blog vamos divulgar, sugerir, incentivar, um espaço para interagir com você, que vai ser nosso seguidor ou dar apenas uma espiadinha, mas será sempre bem-vindo, como aquele amigo que senta para tomar um café e conversarmos sobre aquelas páginas de um livro que mais nos marcou, ou aquele que estamos lendo no momento, então fica aqui nosso convite, entre no nosso blog, tome um café, enquanto passeia pelos nossas postagens, interaja conosco sempre, estamos aqui na rede aguardando a sua chegada.


Abraços literários.


Aparecida




Vamos trocar idéias, opiniões, interagir?

Tem algum comentário ou sugestão para fazer?

Escreva para nós no e-mail: cafecomleituranarede@gmail.com


Loja Virtual

A loja virtual "Café com leitura na rede" está a todo vapor, e convidamos você a visitar nossa loja, lá lhe aguardam ótimos preços, opções para todos os gostos e um atendimento muito, muito especial e amigo.

Acesse agora mesmo:


Abraços


Equipe Café com Leitura na Rede.



terça-feira, 6 de junho de 2017

Rock Story- Último Capítulo

                                                                               


Chegou ao fim ontem Rock Story, a novela que falava sobre conflito de gerações onde um ídolo pop ameaçava a carreira de um veterano do rock.
A música serviu de pano de fundo para contar histórias de amor e superação na trama das 19h da Globo, que estreou em 09/11/2016.
Rafael Vitti interpretou o cantor pop Léo Régis que inspirado em artistas jovens de sucesso foi o pivô da separação de Gui Santiago (Vladimir Brichta), roqueiro que teve sucesso nos anos 1990 e tentava reerguer a carreira.
O ídolo adolescente teve um romance com a esposa de Gui, Diana (Alinne Moraes), diretora artística da Som Discos, que pertencia a seu pai, e ainda fez sucesso com uma música que foi roubada do roqueiro, chamada “Sonha Comigo”.
Como vingança contra Léo Régis, Gui Santiago cria uma boyband (a 4.4) com o filho Zac (Nicolas Prattes), Tom (João Vitor Silva), JF (Maicon Rodrigues) e Nicolau (Danilo Mesquita) filho de Haroldo (Paulo Betti) e Gilda (Suzy Rêgo) que descobre aos 20 anos que tem câncer.
A ideia do roqueiro surge quando Diana convence o pai (Herson Capri) a contratar Léo para salvar a gravadora, que está mal financeiramente. Nesse ínterim, Gui encontra o filho Zac que ele não via desde pequeno, percebe o talento do rapaz e tem a ideia de formar a banda para destruir a carreira de Léo.
A novela de Maria Helena Nascimento e direção de Dennis Carvalho teve uma reta final surpreendente e com emoção, uma armadilha de Alex (Caio Paduan) para Júlia (Nathalia Dill) a bailarina que virou fugitiva depois de ser enganada por ele quando namoravam, foi presa por tráfico e se envolveu com Gui quando fugiu da polícia.
Alex entrega a mocinha para o mafioso Salvatore (Simon Petracchi)  que pensa ser Lorena, irmã gêmea de Júlia, que morreu num assalto e que tinha um caderno com dados que o incriminavam.
Alex (o antagonista que formou um trio com os carismáticos “Romildo” Paulo Verlings e “William” Leandro Daniel, foi o vilão que sem recursos e sem escrúpulos executava atrocidades, mas sempre com muito humor) que foi morto por um capanga do mafioso teve o final compatível com toda a maldade que cometeu.
Gui e Júlia então viveram felizes e o casal teve as gêmeas Rita e Cássia.
Diana também teve um final feliz. A diretora artística terminou a história arrependida das maldades que fez e encontrou um novo amor numa viagem que fez à Califórnia para estudar.
O vilão Lázaro (João Vicente de Castro), um cara ambicioso, capaz de qualquer coisa para alcançar seus objetivos, foi punido por suas falcatruas e maldades, e encerrou a trama atrás das grades.
Não houve redenção, mas a punição para ele não foi a morte como para Lorena e Alex.
Os personagens humanizados e reais deram um toque especial para os dramas que foram retratados.
Destaque para Ana Beatriz Nogueira (Néia, mãe do Léo, uma ex-gari que ficou milionária com o sucesso do filho, morava com ele e controlava suas finanças) que conseguiu fazer uma mãe protetora e engraçada ao mesmo tempo. Uma personagem incômoda, e se incomodava é porque a interpretação estava muito boa!
Tramas diferentes, histórias interessantes, abordagem do universo musical e falar de paixão foram certeiros!
Os últimos capítulos registraram alta de audiência, fechando com média de 29 pontos e picos de 32,1.
A trama foi precisa em abordar uma temática musical, sem cair na mesmice.
Divertida ganhou fôlego com uma linguagem próxima das usadas em séries. “Rock Story” não foi uma novela de grandes segredos. Tudo foi sendo revelado ao longo da trama.
Foi uma novela bem amarrada, que falou do universo musical e diferentemente de outras produções que mostravam bandas, não se alongou, foi bem costurada e apresentou reviravoltas até o final.
Gostei muito e já estou com saudades!


Abraços Literários e até a próxima.


3 comentários:

  1. Luli minha linda,
    Estou por fora da novelas, faz muito tempo que não assisto, apesar que assisti A Gata Comeu no Viva, só pra relembrar a minha infância e as músicas maravilhosas.

    Um forte abraço e um grande bjo no seu ♥

    ResponderExcluir
  2. Não vj TV, mt menos novela, então confesso q nem li seu post, kkkkkk.

    Beijos.

    Anete Oliveira
    Blog Coisitas e Coisinhas
    Fanpage
    Instagram

    ResponderExcluir
  3. Faz um bom tempo que não curto mais novela, desde a época da faculdade, meu esposo é quem assistia essa novela, bjocas.

    ResponderExcluir